quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

@PORTALRBJ - Assistente Social diz que Clientelismo prejudica a Construção da Cidadania




MARCELO e LARISSA MAZALOTI

TORRE DA RÁDIO ONDA SUL
DE FRANCISCO BELTRÃO






ENTREVISTA NO PRÈDIO DA PASTORAL DA CRIANÇA.

"JURA" (COORDENADORA DA PASTORAL DA CRIANÇA)
UMA GRANDE MULHER
 QUE TIVE O PRAZER DE CONHECER
(AMIGA DO MEU IRMÃO SANDRO).

ENTREVISTA NA CIDADE DE FRANCISCO BELTRÃO (C0NCEDIDA A REPÓRTER LARISSA MAZALOTI)  - RÀDIO ONDA SUL - SUDOESTE DO PARANÁ (EM 29/11/2011).

                                                                                                             Por Larissa Mazaloti


Na semana passada aconteceu em Curitiba, uma assembléia nacional da Federação Nacional dos Assistentes Sociais, a Fenas. Aproveitando a passagem pelo Sul, o assistente social Marcelo Sobrinho saiu de Curitiba com destino ao sudoeste. Marcelo, que vem do Pará, tem um irmão que mora em Santo Antônio do Sudoeste. O paraense esteve em Francisco Beltrão e afirmou estar encantado com a beleza da região, especialmente pela natureza.
Uma parte da entrevista com relatos do trabalho de Marcelo em Belém do Pará e em Conceição do Araguaia, onde trabalha atualmente foi veiculada na Onda Sul FM na manhã desta terça-feira (6).

Sobre a atuação e a linha de trabalho, ele relata:

"Minha atuação é pautada em trazer melhor qualidade de vida para a população usuária da Assistência Social, com quem trabalho no meu cotidiano. Tentando melhorar a qualidade de vida desse Cidadão e Cidadã que vem bater na porta, que muitos acham que é uma "porta da esperança" na Assistência Social, onde eu trabalho, onde eu atuo na maior parte do tempo.
Hoje também trabalho na Educação, sou Servidor do Estado e Servidor Municipal de Conceição do Araguaia, onde também sou Presidente do Conselho dos Idosos, mesmo não querendo, a insistência da população foi grande para eu assumir. Isso tudo devido ao descaso com esse cidadão (o idoso) eu aceitei, mas logo coloquei que enquanto eu estivesse a frente do conselho iria funcionar, como está funcionando. Vamos para dois anos agora, falando muito dessa questão social dos direitos do idoso. Existe um desrespeito muito grande com o Estatuto do Idoso (Lei Federal 10.741/2003), onde estão garantidos todos os direitos dos idosos, como por exemplo a gratuidade no uso dos transportes públicos.
Tem Assistente Social que pensa que fazer Serviço Social é dar telha e cesta básica, pra dar isso, qualquer um faz.  A Função da nossa profissão é legitimar Direitos que estão garantidos. Quando o Cidadão vem bater na sua porta tem que ser tratado de forma igual e humanitária, esteja ele fedendo ou cheirando, o Assistente Social tem que abraçar. Muitas vezes ele já vem destituído de muitos direitos que ele nem conhece." (MARCELO HENRIQUE - SINASPA/FENAS). 

(Escute o Áudio no link abaixo - 1ª PARTE DA ENTREVISTA).

MARCELO HENRIQUE DE JESUS FLORES SOBRINHO.
ASSISTENTE SOCIAL - CRESS/PA Nº3204- 1ª Região.

DIRETOR DO SINDICATO DOS ASSISTENTES SOCIAIS
NO ESTADO DO PARÁ - SINASPA .

VICE-PRESIDENTE DA REGIÃO NORTE
FEDERAÇÃO NACIONAL DOS ASSISTENTES SOCIAIS - FENAS.

PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA IDOSA (COMDIPI) - CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA – SUL DO PARÁ.
 

Um comentário:

  1. A Torre NÃO pertence a radio Onda Sul e sim a Igreja Matriz que esta situada ao lado da torre, foi construída em parceria com a prefeitura....conserta isso aí.

    ResponderExcluir